Grupo GAMP - Nutricionista alerta sobre os perigos da desidratação

Grupo GAMP - Nutricionista alerta sobre os perigos da desidratação

Segundo a nutricionista Franciela Viau, do Hospital Universitário de Canoas, administrado pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (GAMP), “a desidratação é um mal potencialmente grave e é caracterizado pela baixa concentração não só de água, mas também de sais minerais, como sódio e potássio no organismo”.


Os principais sintomas da desidratação são sede exagerada, boca e pele seca, pouca urina ou urina escurecida, cansaço, sonolência e dores de cabeça. “Ela pode ser classificada em graus leve, moderado, e grave, por isso é importante procurar um médico. Em casos de desidratação grave, podem ocorrer perda de consciência, confusão mental e insuficiência renal no paciente”, explica a especialista.


O tratamento é simples. Após orientação médica, beber muita água, mesmo que não sinta vontade. Manter o corpo a temperaturas amenas, para evitar a perda de líquidos através do suor, evitar exposição solar em dias quentes, hidratar o corpo antes de se exercitar e ingerir alimentos ricos em água, como tomate, pepino, melão, melancia, abacaxi, água de coco e sucos naturais de frutas.